Damião Martins
O trabalho entrelaça pessoas

Entre os profissionais da área de orientação profissional,  é consenso que as redes de relações firmadas no trabalho trazem impactos profundos à forma como as carreiras são edificadas.

Especialistas em comportamento organizacional também mostram como as redes de relacionamentos e a forma como expressam competências relacionais são indissociáveis dos resultados construídos nas empresas

As relações construídas a partir de experiências profissionais em comum formam  uma network. Uma configuração de relações tecida pela coincidência de percursos que insere pessoas num grupo de profissionais.

Uma network se estrutura por diversos motivos. Formação acadêmica similar, área de atuação comum, proximidade geográfica. São exemplos de porque vamos nos juntando no mundo do trabalho.

Uma network, entretanto, não se firma apenas pela coincidência de percursos, é preciso que haja consciência de pertencimento e trocas humanas visando a manutenção e saúde dos laços estabelecidos.

Compor certa rede de relações de trabalho é sentir-se parte de um grupo com histórias conectadas por elo significativo ao exercício profissional.

Uma das redes de que faço parte, é a de psicólogos que trabalham para deixar mais humanos os processos de seleção de pessoal nas organizações.

Há mais de vinte anos, sou colaboradora em R&S do maior banco do país. Entrei para o quadro por meio de seleção interna.

Inscritos no certame, mais de quinhentos psicólogos queriam ampliar sua área de atuação na empresa.

Foram várias etapas. Um processo rigoroso.

Primeira fase: análise de currículo comentado. Declaração do nível de conhecimento de tarefas próprias de Recrutamento e Seleção.

Na segunda etapa, éramos pouco mais de duzentos. Nesse universo, havia  freudianos, rogerianos, lacanianos, reichianos, behavioristas, ecléticos, plurais.

Após a segunda etapa, realizada em Brasília, éramos setenta e duas pessoas que passariam por um curso de preparação. Os cursos foram realizados em duas turmas. Uma em Brasília e a outra, no Rio de Janeiro.

Então, foi começar a trabalhar. Trabalho sério, carinho, respeito e admiração mútua. E muito aprendizado com tanta gente competente e querendo fazer o trabalho perfeito.

Quantos profissionais dispersos em diferentes estados, mas juntos na vontade e orgulho de fazer parte daquele grupo. Nomes, histórias de vida e lugares encontrando-se, reencontrado-se.

Quando me perguntam sobre Network, um dos primeiros grupos que me vem à mente é o daquele grupo de psicólogos.

Colheita de flores do campo.Damião Martins
Toda colheita entrelaça histórias de vida