Mallarmé por Edouard Manet, 1876
Mirar, apontar e transpor a leitura até a vitória final

O que é um livro intransponível?

É todo livro célebre que gostaríamos de ler, mas desistimos da leitura, por falta de disposição para ultrapassar as centenas de páginas que nos separam do seu ponto final.

E a razão para que os leitores rotulem os livros de intransponíveis é a crença de que um livro é volumoso por causa de problemas que apresenta e não pela sua importância.

É como se o livro extenso fosse automaticamente maçante. Como se, ao invés de anunciar o preparo ou criatividade do autor, denunciasse sua prolixidade e incapacidade de escrever com estilo vibrante.

Mas o que fazer para ‘embaçar’ essa visão? Como redimensionar o olhar e mudar as crenças que nos afastam da leitura? (mais…)