A Lição dos Mestres

O que os mestres gravam no nosso espírito

O que os mestres gravam no nosso espírito

Navegar na memória e recordar-se dos professores que participaram da nossa formação. Um exercício simples, mas que pode revelar porque alguns professores viram referências.

Ao pensarmos em mestres inesquecíveis, costumamos sair do círculo de referências próximas e mergulharmos na história. E então, deparamos o panteão eterno onde figuram: Confúcio, Pitágoras, Sócrates, Aristóteles, Platão, Pascal, e tantos outros.

Mas, e se pulássemos da História para a vida, quem comporia a galeria particular de professores excepcionais? Que professores teriam sido lanternas – iluminadores do pensamento, aguçadores da inteligência e provocadores da forme de compreensão?

Cada pessoa tem uma seleção particular de mestres em razão de atributos que, segundo um julgamento pessoal, definem o que seja um mestre.

Assim, há educadores consagrados pelas virtudes que inspiram; outros, destacam-se pela capacidade de fazer traduções estimulantes da matéria.

Existem os que ficam gravados na memória pela eloquência com que revestem o que dizem; os que encantam pela consistência de suas explicações e há os professores que conquistam pelo entusiasmo, parece que têm fogo na alma.

Outros são admirados pela generosidade na partilha do saber; há quem aprecie os professores determinados a incendiar no aprendiz o desejo do livre pensar; e existe quem venere professores com aura própria e os que preferem os professores que fazem de cada aula a festa do saber com ensinamentos que parecem fogos de artifício.

De fato, cada um desses atributos compõe um repertório de competências que podem fazer de um professor, um mestre.

Contudo, existe uma característica entre todas que define de uma vez por todas, o que eleva um professor à condição de mestre: é a capacidade de criar laços e estabelecer conexões.

E a explicação para a importância dessa competência é óbvia: não há mestre sem aprendizes. Assim, as competências sensíveis relacionadas aos intercâmbios humanos definem o alcance da influência de quem ensina.

Ensinar é encontro humano na busca do conhecimento. Daí que a riqueza de significados do que seja ensinar envolve mais que atos de racionalidade técnica.

Partindo da visão ampla do que seja a ação do educador, ensinar é, sobretudo, operar a magia do encontro das fomes de ensinar e de aprender e, sendo encontro, requer do mestre a capacidade relacional de criar laços.

E que desempenhos materializam essa competência?

Ouvir e ser ouvido; encorajar a participação; valorizar o entusiasmo; estimular os que se ‘ausentam’; integrar os quase desistentes; reconhecer a dedicação; apoiar o esforço; amparar os que encontram mais obstáculos no caminho que leva à aprendizagem; encantar; impulsionar à experimentação; aproveitar os achados contidos nos erros.

Enfim, assumir posicionamento existencial de proximidade e integração.

A marca indelével dos mestres

8 comentários sobre “A Lição dos Mestres

  1. Pergentino disse:

    Vemos que são muitas as competências que se deve possuir para ser um verdadeiro Mestre. Parabéns pelo texto, Lidu! Por sua competência, você há muito já é credenciada como nossa verdadeira Mestra! Abração

    • Liduina Benigno disse:

      Pergentino,

      você é uma pessoa com profunda consciência do papel do educador. É sempre um prazer encontrar seus comentários. Você tem qualidades valiosas a um mestre, entre elas, a gratidão, a humildade e a inteligência. Grande abraço.

  2. Silvia Rejane Rodrigues disse:

    Querida Lidu,
    Te parabenizar por seus belos textos é quase desnecessário, pois vc é sempre uma unanimidade.
    Mas preciso dizer o quanto vc foi importante na minha formação como educadora do BB. Na verdade te elejo a grande mestra da minha vida. Vc é uma iluminada por Deus! Gostaria de reestabelecer contigo. Abs

    • Liduina Benigno disse:

      Sílvia, creia-me, sua mensagem foi um fortificante à minha vontade de continuar ensinando. Que nosso reencontro seja em breve.
      Beijo.

  3. Cristiane Paiva disse:

    Lidu,
    Minha eterna mestra! Você reúne todas as competências elencadas no texto. Foi um privilégio ser formada por ti! Grande beijo! 🌷

    • Liduina Benigno disse:

      Querida Cris, obrigada pelo seu carinho valioso. Foi uma honra participar de momento tão especial de sua caminhada na educadoria do BB.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s