Ame amar o amor …

É preciso retirar o véu que nos impede de ver o poder do amor…

O amor encerra um benéfico poder realizador.

Quando amamos, somos impulsionados a revestir nossas ações com atitudes afirmativas do que é terno e amigável e, assim, criamos um circuito de encanto e empatia à nossa volta.

Isso mesmo. O amor é construtivo. Ele não se encerra no sentir, pois sua expressão corporifica atos de zelo, dedicação, respeito e encantamento.

Costumamos resumir o amor a sentimentos românticos.  Mas, amar é mais. Podemos amar o que quisermos. Podemos amar pessoas, ideias, causas, propósitos e objetivos.

Podemos amar a ideia de ser feliz; de ser uma pessoa do bem. Podemos amar o planeta, a humanidade.  Podemos amar a ideia de que somos capazes de criar. Podemos amar a arte, a espiritualidade e a paz.

Contudo, para amar em plenitude, há que se amar o próprio sentimento do amor. Apaixonar-se pela ideia de que o amor é o segredo da criação. Amar o amor nos fortalece para encontrá-lo e alimentá-lo.

O poder edificante do amor pode ser visto na vida dos grandes realizadores, pessoas que se apaixonaram por ideias e a partir delas, construíram novas realidades para a humanidade.

Benjamin Franklin amava a ideia de criar coisas para o bem de muitos. Foi um grande inventor.

Madre Tereza de Calcutá amava a ideia de promover a dignidade humana. Viveu a ajuda humanitária como ninguém.

Martin Luther King amou a ideia da fraternidade. Pôs em movimento o dínamo da igualdade étnica.

Galileu amava a ideia de compreender o universo. Enxergou o mistério das estrelas.

Gandhi amava o ideal da paz. Mostrou a força da não-violência e da serenidade.

Vendo esses exemplos, podemos dizer que quem ama toca a própria eternidade. Pois não é o amor que nos liga às pessoas que amamos, mesmo quando elas já se foram para sempre?

Talvez o maior segredo dos empreendedores seja este: eles amam profundamente suas ideias e por meio delas deixam marcas edificantes conectando-se à permanência duradoura como membros da humanidade.

Quando amamos alguém, uma ideia ou um propósito, incendiamos e deixamos arder energias poderosas na sua direção.

E a mágica realiza-se: esforço, dedicação, persistência, sacrifícios e investimentos ganham outra conotação. Vivenciamos tudo na dimensão da edificação, do crescimento. Inauguramos o ciclo virtuoso da criação e da construção.

Então, amemos amar o amor. E desfrutemos de seu poder realizador.

O amor fortalece nossa conexão com o mundo.

Posted In:

28 Comments

  1. Mais um de seus maravilhosos ensaios, Lidu. Belissimo, o AMOR é a força que move o mundo, então amemos amar o amor!

  2. “ O amor fortalece nossa conexão com o mundo”.
    Lidu, quero começar com sua frase tão verdadeira quanto acalentadora. Mais um texto em que a mensagem que você passa acalma nossa alma, não passa, fica. Esse paradoxo é maravilhoso. Todas as reflexões sobre “amar o amor” são maravilhosas e nos dão a certeza de que nunca estaremos sozinhos, porque sempre nos restará o amor. Acho que é por isso que estamos sempre conectadas… beijo! Mil parabéns!

  3. Lidu, você escreve de uma forma tão especial que fica evidente o seu amor e sua bondade por todos os seus queridos. Que orgulho imenso por conhecê-la e que bênção divina poder ler seus textos. Eu sou teu fã, beijos. Parabéns!

    1. Querido Bruno,
      Você é uma pessoa tão especial que poderia inspirar mil textos assim. Você é uma das pessoas mais amorosas que conheço. Obrigada pelo carinho. Beijo.

  4. Amar é talvez a mais linda das potencialidades humanas. Amo tanto, que chega a doer. Amo tanto, que às vezes o amor parece que rasgará o peito. Mas não rasga. O amor não tem limites. Quando parece que está no seu máximo, ele ainda se intensifica ou se reconfigura.
    Minha filha passou 3 semanas com o pai no Rio e, neste exato momento, estou no aeroporto esperando-a chegar. Aguenta coração!

  5. Lidú,
    Como é bom ler e refletir sobre os seus textos… ao lê-los, parece-nos que sentimos o “cheiro” das palavras…nelas, vem junto a emoção e AMOR.
    São Francisco de Sales ja dizia: “A medida do amor é amar sem medidas”.
    Amemos a vida!
    Beijo

  6. Lidu,

    Adorei o texto. É um incentivo para vermos a vida da melhor forma possível, que: Amando!!

    “Ainda que eu falasse
    A língua dos homens
    E falasse a língua dos anjos,
    Sem amor eu nada seria.” (Monte Castelo – Legião Urbana)

    Bjos,

    Ana

    1. Este trecho da música do Legião Urbana está na Bíblia, na primeira carta de Paulo aos coríntios, capítulo 13, versículo 01 e seguintes. E começa assim: “E eu passo a mostrar-vos um caminho sobremodo excelente.” Fala de fé, esperança e amor, e conclui que dos três, o amor é o maior. Maior que a fé, maior que a esperança. É um trecho lindíssimo, vale a pena conferir!

  7. “Talvez o maior segredo dos empreendedores seja este: eles amam profundamente suas ideias e por meio delas, deixam marcas edificantes e conectam-se à permanência duradoura como membros da humanidade”. Este será meu resumo literal do assunto. Bjos!!

  8. Liduina
    Muito interessante o seu texto sobre “amar o amor”, com certeza este é o segredo de bem viver, excelente reflexão “o amor não se encerra no sentir”. O prazer de viver certamente está como bem disestes em amar nossas ideias e por meio delas, deixar marcas edificantes, permanentes e duradouras como membros da humanidade. Acho que foi esse legado que Jesus nos deixou. Parabéns.

  9. REJANE E NORMA ( MALHAS ETC ) – 20/01/2012

    Impossível ler e não lhe dizer: Parabéns pela iniciativa e

    continue com seu blog, espalhando muito amor por aí.

  10. Liduína,

    Amei o seu texto. Amar o amor é a fonte para se amar as idéias. Amar uma idéia e fortalecê-la dia-a-dia é o princípio da realização.

    Parabéns, mais uma vez pela escrita objetiva e reflexiva.

    Um grande abraço!

    Audizio

  11. Lidu.
    Boa tarde!
    Parabéns pela sensibilidade de escrever sobre o “amor”, palavra mágica e tão rara nos dias de hoje.
    Ah, o amor e a bondade! caminham juntos com certeza.
    Um grande abraço.
    Suzana

  12. Liduina,
    Você como sempre, encantadora na maneira de escrever e expressar idéias.
    Gosto de ler seus artigos e sempre passo pelo seu blog. Puro deleite! Viva o amor.

    Beijos
    Edméa

  13. Lidu, amar é divino, falar de amor é maravilhoso e ler um texto seu sobre o amor – é lindo!!! Obrigada por você! beijos

  14. Lidu, como sempre, seus textos trazem a essência da vida. Se quisermos fazer uma síntese de tudo o que você escreve, basta uma palavra: AMOR. Na verdade, TODOS os seus textos versam sobre o amor, Amor que flui de seu modo de ser e compreender a vida. Amor que transborda do modo como você se dá, por inteiro, no que escreve. Beijos.

  15. Liduina, amei esse texto!

    “…Contudo, para amar em plenitude, há que se amar o próprio sentimento do amor. Apaixonar-se pela ideia de que o amor é o segredo da criação…”

    Verdadeiramente, o amor é o segredo da criação e da redenção!

    Um grande abraço!

  16. Lidu, meu amor.
    Como admiro e gosto de desfrutar dos seus textos!!!
    Obrigado por tanta generosidade e ensino.
    Com amor!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s