Flutuar sobre as situações...
Flutuar sobre as situações...

Este ensaio não é sobre acrobacias circenses. A despeito disso, falaremos de um assunto o cotidiano que guarda muitas semelhanças com a arte dos picadeiros: o enfrentamento dos desafios existenciais com serenidade e equilíbrio.

Como tocamos a viola da vida? O tipo de pensamento que fomentamos internamente, determina o tipo de ação ou reação que teremos no enfrentamento dos desafios cotidianos. Alimentamos um pensamento interno negativista? Ou, do contrário, mantemos  visão realística e de confiança no futuro e em nós mesmos como seres com capacidade de realizar e transformar? Enfrentamos os desafios com serenidade? Que níveis de ansiedade estão presentes quando pensamos nas obrigações futuras? Sofremos com a iminência de assumir responsabilidades com maior nível de complexidade? (mais…)